asc desing

Durante entrevista o pré-candidato a prefeitura de João Pessoa, Nilvan Ferreira não acredita em adiamento das eleições

Em sua avaliação, o momento de pandemia exige atenção e cautela para saber analisar o cenário que se apresenta.

Por Redação JKR Notícias em 10/04/2020 às 13:01:18

O apresentador Nilvan Ferreira, que recentemente se filiou ao MDB para concorrer às eleições de 2020 ao cargo de prefeito de João Pessoa, revelou em entrevista ao Portal ClickPB que defende a manutenção das eleições e que os políticos não deveriam depender do Fundo Eleitoral para fazer campanha.

Em sua avaliação, o momento de pandemia exige atenção e cautela para saber analisar o cenário que se apresenta. Segundo ele, não tem como tratar do assunto sem saber do impacto das consequência da doença. "Sabemos dos danos que essa pandemia vem causando na econômia e na saúde. Iremos ter desdobramentos com prejuízos incalculáveis, tanto no poder público como na iniciativa privada, já que a cada 24h que a economia passa parada é um prejuízo sem precedentes, uma vez que se não há consumo, também não há arrecadação de impostos", avaliou.

"Primeiro temos que ter clareza de até que ponto a pandemia vai se estender. O prazo ainda é para outubro, então tem que se ter cautela para tratar desse assunto. O que o Tribunal Superior Eleitoral decidir devemos respeitar", considerou.

Ao ser questionado sobre o uso ou não do Fundo Eleitoral para as eleições de 2020, o radialista reforçou que o ideal seria a não necessidade desse recurso para as campanhas. "Apesar de estar filiado a um partido grande, e também tendo a nossa aliança com o maior do Brasil em termos de tempo de guia eleitoral e de Fundo Eleitoral, que é p PSL, mas eu acho que a gente não precisa do Fundo Eleitoral para eleição, acho que todos os candidatos deveriam fazer campanha de cara limpa, sem usar mega estruturas, pois na medida que você substitui as propostas por recursos as campanhas ficam vazias."

O pré-candidato ainda desafia seus futuros adversários e políticos ao propor um desafio: "Como seria bom se os políticos pudessem fazer campanha sem dinheiro, aí eu queria ver quem seria a liderança. Era chegado o momento de lançar até um desafio a classe política. Vamos fazer uma campanha esse ano sem recursos e de mãos limpas, onde as propostas poderiam ser levadas em consideração antes de qualquer coisa", disse.

Fonte: Click PB

Tags:   Política
ASC DESIGN

Comentários

ASC DESIGN